terça-feira, 24 de novembro de 2020

Novas atualizações


Não olhe para trás é a estreia de um veterano. Primeiro roteiro para larp (larpscript) de Leandro Godoy, um dos fundadores da Confraria das Ideias e certamente um dos mais importantes criadores e realizadores de larp do mundo. Neste larp para jogar online, por meio de vídeo-conferência, um grupo de pessoas que é assombrado todas as noites por uma entidade maligna se encontra virtualmente para partilharem seus temores e buscar uma solução.

Piadas para escombros, do sorocabano Vitor Soriano (Coral Amarelo) é um larp de humor onde comediantes experientes voltam para o bar onde começaram suas carreiras para despedirem-se dele. Um larp com uma forma bem solta, permite que os jogadores participem dele com diferentes níveis de engajamento e de forma bastante espontânea.

O também sorocabano Almoço de Domingo, criado pelo Coral Amarelo para o GameJam Faça Você Mesmo (FVM) Gen Con 2020 (este ano organizado pela Editora CHA - Contamos Histórias Alternativas) é uma tradicional reunião de família, em torno de uma macarronada, após muito tempo afastada (depois de uma pandemia, talvez?). O jogo usa mecânicas de gestão de recursos, em formatos temáticos, para dar ritmo e adicionar conteúdo às discussões à mesa.

Do arco da velha - Resgatados



Diário de uma Mutação, de Ygor Speranza (de Anatomistas de Babel), é um jogo solo, missivista, inspirado pelo filme A Mosca do diretor David Cronenberg. O jogador narra seu processo de transformação numa criatura hedionda.

The Cool Club foi o larp criado pelo Tiago Junges (Kaldjorn, Kampfest, Coisinha Verde...) para o FVM 2014. O larp é uma reunião de um clube de leitores hipsters competitivo, auxiliado por um dispositivo móveis.

O noruguês Tango para Dois, de Even Tømte e Tor Kjetil Edland, foi o "primeiro larp nórdico feito no Brasil" (mais ou menos isso) pelo Boi Voador em 2011. Na história, duas equipes se encontram para uma parceria, mas cada um dos personagens carrega consigo seus desejos e instintos reprimidos (representados por outro jogador) que poderá interferir em suas ações.



Navegue livremente, ache seus larps do coração, jogue com seus amigos... e conte pra gente do que mais gostou!



Permanecem de fora deste blog
 os seguintes autores:
Jonny Garcia                          - Tiago Braga
que disponibilizam seus larpscripts em seus respectivos sites.



Quem tiver alguma contribuição
 pode enviar para o email:
nplarpbr [ at ] gmail.com (lembre-se de substituir o [ at ]  por @ )

(atualizado dia 17/07/2020)

segunda-feira, 23 de novembro de 2020

Não olhe para trás

Não olhe para trás
Leandro Godoy
Brasil, 2020


O bicho papão assume diversas formas, usa os seus medos para atrair seu olhar e, assim, lhe capturar. As personagens deste jogo estão perturbadas pelo bicho papão.

Como as pessoas mais próximas não acreditam no dilema que estão passando, elas procuram por outras pessoas na internet que estão sendo perseguidas pelo bicho papão; em busca de ajuda. Dessa forma, combinam de se encontrar a noite em um aplicativo de vídeo-conferência, em busca de proteção conjunta.

terça-feira, 1 de setembro de 2020

Piadas para escombros

Piadas para escombros
Vitor Soriano
Brasil, 2020

Piadas para escombros

Um larp por Vitor Soriano

Piadas para escombros é um larp simples e de poucas pretensões. Busca, à partir de trocas de piadas, de bom ou mal gosto, dar um momento de leveza para nossa vida agitada.
Penso que mais que um jogo de relações entre o indivíduo e a comédia, Piadas para escombros tem o potencial de criação de um ambiente seguro de forma colaborativa.
Os jogadores são convidados a experimentar uma fala sem compromisso, uma risada sem regra e um ambiente de compartilhamento de besteiras.

domingo, 2 de agosto de 2020

Almoço de Domingo

Almoço de Domingo
Coral Amarelo
Brasil, 2020
este larp foi criado para a GameJam Faça Você Mesmo (FVM) Gen Con 2020

Almoço de Domingo


Almoço de Domingo
é um jogo desenvolvido para o GameJam Faça Você Mesmo (FVM) Gen Con 2020. Nele, os participantes são convidados a representarem integrantes de uma FAMÍLIA, reunidos pela primeira vez após um longo período afastados.

Assim como boa parte das reuniões de família, o jogo se passa num momento de interação junto a COMIDA, de maneira que convidamos também que os jogadores o joguem durante um almoço (ou jantar) de verdade - sugerimos uma macarronada.

quinta-feira, 16 de julho de 2020

Últimas Atualizações

+1 Antifascismo (que nunca é demais) e mais jeitos de jogar larp na/com a quarentena/pandemia


Um Job para Hitler é um larp de Luiz Falcão inscrito na gamejam antifascista. Aqui, os jogadores representam um grupo de publicitários a serviço de Adolf Hitler e vigiados de perto por Goebbels - mas hoje em dia mesmo, com computadores e campanhas para instagram.

Presente de Despedida, da Cecília Reis, não foi proposto como um larp, mas como um ritual. A curadoria desse site talvez tenha um pouco de dificuldade de entender a diferença entre certos rituais e certos larps: para nós, Presente de Despedida é (também) um larp solo. Como todo larp (mesmo que solo), você nunca joga realmente sozinho. Vale a pena conhecer e, se ele se comunicar contigo, praticá-lo. Uma experiência sensível e respeitosa em memória das vítimas do COVID-19 e um mergulho em si mesmo.

Excelência Overdrive, do Luiz Prado, é um larp para se jogar online onde os participantes encarnam líderes mundiais recém estabelecidos em um mundo assolado por uma grande pandemia. Reunidos numa espécie de ONU digital, eles devem traçar uma agenda comum para a humanidade.

Falha trágica é a estreia do grupo Coral Amarelo. A narrativa, no formato laog, é sobre um grupo de bandidos que são contratados por um chefão do crime para que realizem um assalto a banco. Sem se conhecerem previamente, os personagens deverão se reunir para discutir os planos de ação e, depois, para remontar porque tudo deu errado. Inspirado em Cães de Aluguel, La Casa de Papel, e nos larps O Jogo do Bicho, Sabotage! e Federais.

Hora-Extra no Pequeno Depósito de Refugos dos Horrores, de Luiz Prado, foi criado no contexto das pesquisas do Boi Voador e tem o formato de um poema de representação para duas pessoas, ideal para ser jogado por aqueles que estão juntos nesse momento.

Resgatados



Os larps resgatados (que não são novos, mas foram incluídos neste site entre esta e a última atualização) são:

RapsOde, do Igor Moreno é um larp para 4 pessoas que explora o jogo ao vivo na cadência de um clássico do rock. Foi publicado sem muito alarde em um grupo no facebook e resgatado para o larpbrasil com a bênção do autor.

Aquele que escapou (The One that Got Away), de James Lórien MacDonald fez parte da seleção do Stockholm Scenario Festival de 2013 - e chegou a ser realizado no Brasil, em São Paulo, na Oficina Larp da Casa Amarela, em 2014. É um jogo sensível para 3 participantes onde 2 deles vivenciam um pai e um filho (já adulto) durante uma tarde de pescaria juntos - e o terceiro atua como diretor.



Navegue livremente, ache seus larps do coração, jogue com seus amigos... e conte pra gente do que mais gostou!



Permanecem de fora deste blog
os seguintes autores:
- Jonny Garcia                          - Tiago Braga
que disponibilizam seus larpscripts em seus respectivos sites.



Quem tiver alguma contribuição
pode enviar para o email:
nplarpbr [ at ] gmail.com (lembre-se de substituir o [ at ]  por @ )

(atualizado dia 17/07/2020)

terça-feira, 14 de julho de 2020

Hora-Extra no Pequeno Depósito de Refugos dos Horrores

Hora-Extra no Pequeno Depósito de Refugos dos Horrores (link)
Luiz Prado
Brasil, 2020


Hora-Extra no Pequeno Depósito de Refugos dos Horrores


Os operários do Criador, responsáveis pela “mão na massa” na hora de criar os seres vivos, acertam muitas vezes. Em algumas ocasiões, entretanto, a execução do projeto dá terrivelmente errado e ele não pode entrar na existência.

Quando está por perto, o Criador simplesmente desintegra o resultado tenebroso. Quando não está, os operários costumam guardar esses projetos num quartinho escuro, secreto e abandonado.

Nesse depósito, estão os horrores a quem foi rejeitado o direito de pertencer ao mundo. Toda sorte de bizarrice, monstruosidade e perigo está amontoado lá, pegando poeira e sem destino.

É noite de sexta-feira e todo mundo foi embora da fábrica. Menos um operário, Tarantão. É porque ele decidiu impressionar sua paixão, Talamita, mostrando os refugos do pequeno depósito.

domingo, 5 de julho de 2020

Falha trágica

Falha trágica (link)
Coral Amarelo
Brasil, 2020



Falha trágica é um laog (live action online game), um jogo de criação/contação/vivência de histórias, para ser jogado por plataformas de conversação online. Nele, os jogadores deverão representar personagens, agindo, falando e se comportando como tal. Essa proposta serve de pontapé, de ponto de partida, para que os jogadores desenvolvam suas próprias histórias.

A narrativa é sobre  um grupo de criminosos que são contratados por um chefão do crime para que realizem um assalto a banco. Sem se conhecerem previamente, os personagens deverão se reunir para discutir os planos do crime.