segunda-feira, 24 de dezembro de 2018

Últimas atualizações


Andamos fazendo muiiiiitas atualizações no blog, com larps de 2014 até hoje... e nos perdemos na listagem!

Mas tem muita coisa nova: novos autores, larps de países até então inéditos, larps novos de autores que já estavam por aqui...

Navegue livremente, ache seus larps do coração, jogue com seus amigos... e conte pra gente do que mais gostou!


Permanecem de fora deste blog, os seguintes autores:

- Luiz Prado                            - Jonny Garcia                          - Tiago Braga

que disponibilizam seus larpscripts em seus respectivos sites.


Quem tiver alguma contribuição pode enviar para o email:
nplarpbr [ at ] gmail.com (lembre-se de substituir o [ at ]  por @ )

(atualizado dia 24/12/2018)

quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

Disputa de Classes

Disputa de Classes
Jean Oliveira
Brasil, 2018

DISPUTA DE CLASSES


Um espectro ronda a Europa! Os trabalhadores cruzaram seus braços e as fábricas pararam! Uma reunião urgente foi convocada para decidir sobre um futuro incerto. Agora, operários, sindicalistas e burgueses põem na mesa suas diferenças, suas forças e seus interesses. Em volta dessa mesa está a expectativa de todas as classes, o anseio de um país inteiro e uma decisão que pode mudar o mundo!

quarta-feira, 19 de setembro de 2018

Me expulsaram do grupo da família

Me expulsaram do grupo da família (link)
por Livia von Sucro
Brasil, 2018

Me Expulsaram do Grupo da Família


Um mini larp sobre drama familiar em tempos de guerra política


por Livia von Sucro

Me expulsaram do grupo da família é um mini larp sobre relações familiares, melancolia e intolerância no Brasil contemporâneo, um país marcado por diferenças ideológicas à primeira vista irreconciliáveis, causadoras de rupturas ainda insondáveis nos laços fraternos das famílias. Aqui, a ideia é explorar a tenacidade destes laços de um ponto de vista tragicamente pragmático, mais doloroso do que otimista. Não faz parte do escopo do jogo se aprofundar em questões iminentemente políticas, mais formais e objetivas. Sugere-se maturidade aos jogadores, com especial atenção a possíveis gatilhos. Discutam limites previamente.

quarta-feira, 13 de junho de 2018

viÆgóica

viÆgóica (link)
por Caue Reigota, Francisco Alves e Tadeu Rodrigues
ganhador do Concurso Faça Você Mesmo de Criação de Jogos, edição 2018
Brasil, 2018


viÆgóica


Um larp sobre Galáxia e Identidade, onde os limites são tênues.


Por Caue Reigota, Francisco Alves e Tadeu Rodrigues

Desenvolvido para o Concurso Faça Você Mesmo de Criação de Jogos Narrativos, edição de 2018.

viÆgóica é um larp. Isso significa que o objetivo é reunir um grupo de pessoas com a intenção de jogar, dramatizar e/ou imergir num papel, dentro de uma situação específica, sem nenhum roteiro previamente definido. Todas as ações devem ser efetuadas espontaneamente, sem se preocupar com a qualidade técnica de uma atuação (isso é preocupação do teatro, onde alguém estará assistindo ao seu espetáculo), nem ganhar ou perder (isso é preocupação dos jogos competitivos) - aqui, o importante é criar coletivamente uma narrativa.

sábado, 10 de março de 2018

Na Margem

Na Margem (link)
Jairo Borges Filho
Brasil, 2018


Na Margem

Um Jogo Sobre Limites, e A Busca por Paz

por Jairo Borges Filho

Moça, sai da sacada
Você é muito nova pra brincar de morrer
Me diz o que há, o quê que a vida aprontou dessa vez?

Muitos já passaram por esta experiência: sentados em uma janela (ou sacada), a uma altura considerável, começam a refletir sobre suas vidas, na falta do chão. Geralmente, começando pelos pensamentos ruins — as coisas que os privam da paz.

Esse é o contexto de Na Margem — um RolePlay Poem, um jogo narrativo derivado dos larps (abreviação para live-action role-playing). Ao jogar um larp, os participantes interagem representando papéis em uma história. São personagens que eles mesmos criam antes, ou que recebem já definidos para o jogo. No entanto, não há um roteiro (ou script) pré-definido; as decisões são tomadas pelos jogadores no desenrolar da história, como bem entenderem — enquanto estão brincando de ser essa outra pessoa (realmente, no improviso). Também não há plateia, diferente do que acontece no teatro: os jogadores representam apenas para si e uns para os outros.

quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

PONTO DE ÔNIBUS

Bus Stop (link)
por Lila Clairence
França, 2013
Tradução Tadeu Rodrigues Iuama

Esse jogo curto é sobre um encontro de pessoas num ponto de ônibus, e o começo de uma amizade.

É um jogo alto astral para 3 a 5 jogadores, que dura menos de duas horas, contando com os workshops.

Esse larp é realmente fácil de organizar e jogar.


- PONTO DE ÔNIBUS -

um jogo de Lila Clairence

quinta-feira, 30 de novembro de 2017

BRASIL, 1759

BRASIL, 1759 (link)
Rafael Carneiro Vasques
Brasil, 2017

BRASIL, 1759


por Rafael Carneiro Vasques

Quantidade de participantes: 13.

Tempo de duração: 1-2 horas (o tempo de duração pode ser encurtado ou expandido conforme o interesse, a disponibilidade e a disposição dos participantes).

RESUMO


Brasil – 1759 é um larp que aborda as consequências do Tratado de Madri na definição da ocupação espacial das colônias portuguesas e espanholas. O governo português exige que as missões jesuítas sejam expulsas de suas recentes terras coloniais na América e o Vaticano envia um missionário para decidir qual será a posição oficial da Igreja Católica: retirada ou manutenção dos jesuítas nestes territórios. Após ouvir colonos, administradores e jesuítas, uma decisão deve ser tomada. Este larp enfoca nos debates e argumentações entre as duas partes envolvidas (administradores e jesuítas) no convencimento do emissário papal.