quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Calendário

Calendário
por Caue Reigota
Redigido por Luiz Prado
Brasil, 2013


Este é um jogo para 2 até 12 participantes. Aqui, cada pessoa representa um mês do ano - isso mesmo! - numa reunião para decidir sobre a criação de um novo feriado.

Comecem sorteando o mês de cada um - vocês podem usar cartas de baralho ou tarô ou simplesmente escrever os nomes dos meses em pedaços de papel. A reunião acontece na casa do mês vigente - se estamos em setembro, vocês estão na casa de Setembro.

Durante o jogo, vocês irão debater qual feriado será criado e em qual mês ele deve estar. Cada um pode defender o feriado para si mesmo ou advogar em favor de outro mês. Façam alianças, criem intrigas ou fomentem a discórdia, conforme acharem melhor. Pensem nos feriados que já existem e usem-nos como matéria de argumentação. Lembrem-se que existem feriados religiosos, cívicos, internacionais, municipais, etc.

Procurem também pensar no comportamento e na personalidade dos meses. Como fevereiro seria se ele fosse uma pessoa? Um mês sem feriados é mais sério do que os outros? Como as estações do ano afetam cada um deles?

O jogo termina quando vocês chegarem a um acordo sobre o novo feriado. Depois disso, reservem uns minutos para falar sobre a experiência.


sábado, 24 de maio de 2014

Breves Encarnações [2a versão]

Breves Encarnações (link)
um role-playing poem por Goshai Daian
Brasil, 2014

Breves Encarnações é um poema de horror doméstico para 3-5 pessoas. Cada uma delas interpretará, respectivamente, o Papai, a Mamãe e o Bebê no dia mais triste de suas vidas. Quem representa o Bebê também é responsável por introduzir e conduzir o jogo. Breves Encarnações é livremente inspirado no conto quase homônimo de David Foster Wallace e um role-playing poem por Goshai Daian.


domingo, 18 de maio de 2014

Um Pequeno Jogo à Mesa

SUGESTÃO DE UM PEQUENO JOGO À MESA (link)
por Goshai Daian
Brasil, 2014



Vocês são camponeses decidindo se lutarão ou não a favor de um Lorde contra o feudo vizinho.

O objetivo do jogo é explorar os afetos e desafetos entre nobres e camponeses. Definam um pano de fundo comum.

Depois cada um escreve secretamente num papelzinho um fato relativo ao governo do Lorde, bom ou ruim. Sempre que alguém pedir "me passe o sal" (ou outra expressão combinada previamente), pega um dos papeizinhos, lê pra si e introduz aquilo na conversa. Quando a refeição acabar é hora de decidir

(inspirado no Ouça no Volume Máximo, de Luiz Prado).

quinta-feira, 10 de abril de 2014

Neve

Neve (Snow)  (link)
por Agata Lubańska
Polônia, 2014
Tradução Luiz Falcão


Duração: 2 - 3h
Número de Jogadores: 5
Ambientação: Dias atuais
Formato: Nanolarp
Autor: Agata Lubańska (polônia)
Notas: Este larp requer um carro.
Inspirado pelo Dogma99.

O motor tossiu bruscamente e finalmente parou. Você demorou um pouco para perceber que estava na tundra, a horas de distância de qualquer civilização. E a neve simplesmente não parece ajudar...

quinta-feira, 3 de abril de 2014

Ocaso e Aurora

Ocaso
por Caue Reigota
Brasil, 2014

Aurora 
por Caue Reigota
Brasil, 2014

Ocaso

Um Larp sobre impotência.

Três pessoas andando à tardinha conversando sobre seus problemas.
Um deles fala sobre um problema insolúvel, outro sobre uma dúvida que não quer calar, e o terceiro sobre uma perda irrepáravel.
Nenhuma das três questões é resolvida durante o processo.
Ao chegar o momento do pôr do sol os três se calam e admiram a paisagem até o sol baixar completamente no horizonte.

Preparação:
  • São necessárias três pessoas.
  • Verificar as condições do tempo e a hora do pôr do sol http://www.apolo11.com/efemerides.php
  • Marcar o encontro para 1h antes do pôr do sol, reservando meia hora para explicação e meia hora para o jogo em si.

Aurora


Um Larp sobre esperança.

Três pessoas caminhando e conversando ao amanhecer.
Um deles fala do reencontro de algo ou alguém há muito perdido, outro fala sobre uma mudança repentina em sua vida e o terceiro sobre a descoberta de algo inesperado.
Essas questões podem ou não ter relação com as questões do Ocaso.
Quando o sol despontar no horizonte os três se calam e admiram o cenário até que o sol esteja completamente acima do horizonte.

Preparação:
  • São necessárias três pessoas.
  • Verificar as condições do tempo e a hora do pôr do sol http://www.apolo11.com/efemerides.php
  • Marcar o encontro para 1h antes do nascer do sol, reservando meia hora para explicação e meia hora para o jogo em si.


Créditos das Imagens - Ocaso: Pôr do Sol, por kedrovaia (Pixabay); Aurora: Já chegou o fim do ano, por Axel (flickr).

sábado, 18 de janeiro de 2014

Álcool

Álcool
por Luiz Prado
Brasil, 2014


Álcool

Um larp por Luiz Prado

Este é um jogo de representação sobre o significado do álcool em nossas vidas. Participam de duas a cinco pessoas e você precisa de uma mesa, uma cadeira e um copo com a bebida alcoólica que desejar. Evite problemas legais e jogue apenas com maiores de idade.

Um dos participantes senta-se à mesa, diante do copo. Ele representará um personagem que reflete se deve ou não tomar aquela dose. Por motivos que serão construídos ao longo do larp, bebê-la significa a continuidade de certo modo de vida que ele estuda abandonar. Por isso hesita, e as memórias da relação com o álcool vêm a sua mente.

domingo, 5 de janeiro de 2014

Feitos pra “sangrar”, comentário de Goshai Daian


"Os larps nórdicos buscam se distinguir dos americanos, entre outras coisas, por uma visão artística: o larp como “algo mais que entretenimento”, algo capaz de mexer com seus jogadores. E uma maneira de fazer isso é administrar o que eles chamaram de bleed - a transferência entre emoções e pensamentos do jogador para o personagem e vice-versa. Às vezes esse é o objetivo do jogo. E tem um tipo de jogo que foca exatamente nisso."

Leia o comentário completo de Goshai Daian, no blog RPG a La Carte.